Posts arquivados em: Tag: coaching

Você está pronta para a transformação?

01 junho, 2017

Olá pessoal!!!

Tudo bem?

Hoje o tema é Coaching e o assunto é transformação!

Normalmente a gente reclama que não consegue alcançar os objetivos, passa ano e entra ano e não muda nada, muitas vezes nos sentimos paralisados por não conseguir uma mudança efetiva naquilo que está ruim, mas te pergunto: Vc está pronta para mudança?

Mudar é algo maior do que desejar, todos desejamos melhorar, mas isso não faz com que as coisas melhorem sozinhas. às vezes temos o desejo de obter conhecimento para começar a agir, o que tb não é um erro.

Acredito que o que mais nos trava são nossas crenças de que não somos capazes, não somos bom o suficiente, não vamos conseguir e ainda terá outras pessoas rindo de nós e falando que já sabia que não daríamos certo na vida.

Quantas vezes vc já passou por isso?

A batalha interna sempre vai existir, cada um no seu momento e sua proporção, mas sempre haverá aquela voz querendo te puxar pra baixo, resta saber se vc vai ouvir o seu amigo interno, ou seu inimigo interno.

Vc estará realmente pronta, não quando essa voz sumir, mas quando vc agir, apesar do medo e das inseguranças que aquele momento te trarão. Continue mesmo com medo, confie em vc, mesmo serm ter certeza, siga seu coração, só assim vc saberá que ganhou a batalha.

Espero que tenham gostado!!!

Siga-me nas redes sociais:

FACEBOOK – INSTAGRAM

Meu nome é Edneya, mais conhecida como Di. Sou Master Coach, apaixonada pelo trabalho e amante de uma boa conversa.

Auto estima: Como anda a sua? Parte 2

13 maio, 2017

Olá lindezas!!!

Vamos continuar nosso bate papo que começamos no último post? Caso você não tenha assistido, clique aqui!

Se tivermos muitos pensamentos negativos, não adianta nos perguntarmos porque nossa vida não caminha da maneira que desejamos. As respostas para uma vida melhor e uma auto estima forte, já está dentro de nós, só precisamos nos conectar a isso devemos apenas criar a oportunidade para que eles venham até nós.

Muitas mulheres casadas ou não, são extremamente infelizes e solitárias, porque sentem que não tem opções. Elas abriram mão do seu poder, recorrem a um homem para obter todas as respostas, claro que não é errado compartilhar idéias e ter companheirismo, me refiro aqui, quando isso não acontece e a mulher fica dependente da opinião do marido para ter a sua e não entrar em atrito por expor suas idéias.

Uma das coisas mais valiosas que podemos fazer é nos sentar em silêncio. Ninguém lá fora sabe mais sobre nossa vida ou sobre o que é melhor pra nós do que nós mesmas. Escute sua própria voz. Lembre-se, temos uma média de 60 mil pensamentos por dia e a maioria deles são os mesmos pensamentos que tivemos no dia anterior e no que precedeu o anterior. Nossos pensamentos podem se tornar padrões de negatividade ou alicerces para uma vida nova.

Várias mulheres tem um medo muito grande de se tornar bem sucedidas, elas não acreditam que mereçam se sentir bem e prosperar. Quando você sempre se coloca em segundo lugar, fica difícil se sentir merecedora.

Como superarmos o medo do abandono ou do sucesso? Se fomos criadas com culpa, então sempre iremos nos sentir “não tão boas o suficiente”, se fomos criadas para acreditar que a vida é difícil e assustadora, então não conseguiremos relaxar e permitir a mudança de pensamentos e hábitos.

O que é verdade para outra pessoa, não precisa ser necessariamente verdade para nós, se aceitarmos as crenças negativas da sociedade, essas expectativas serão verdadeiras para nós também e teremos experiências negativas.

Convido você a um exercício diário, que mesmo que você não acredite que dê certo, faça-o: Segure um espelho nas mãos e um papel com a frase: “Eu te amo, e estou começando a fazer as mudanças positivas em minha vida a partir de agora e aprimorarei minha qualidade de vida. Me sinto feliz, segura e realizada.” Repita essa frase 3 vezes por dia se olhando no espelho e dentro dos seus olhos. Esse é um começo, o primeiro passo e garanto que o retorno serpa visto se fizer acreditando no que diz!

Desafio você a ter pensamentos novos todos os dias, pensamentos criativos, pense em novas maneiras de fazer as mesmas coisas, explore sua mente e encontre as novidades.

Siga-me nas redes sociais:

FACEBOOK – INSTAGRAM

Meu nome é Edneya, mais conhecida como Di. Sou Master Coach, apaixonada pelo trabalho e amante de uma boa conversa.

Auto estima: Como anda a sua? Parte 1

30 abril, 2017

Uma das coisas mais importantes que uma mulher tem é sua auto estima e autovalorização. Quando nossa autovalorização é forte, não aceitamos nem nos submetemos a situações de abuso, isso só acontece quando nos consideramos inferiores e sem valor. Nós crescemos numa sociedade em que devemos colocar todas as vontades antes da nossa, por isso as mulheres vivem tão exaustas.

Quando me preocupo em aumentar a auto estima feminina, não estou tentando diminuir a auto estima masculina, mas mostrar para você mulher, que tem valor, amor-próprio e situação de destaque na sociedade.

Os pensamentos que temos, as palavras que dizemos, moldam nossas vidas e nossas experiências. Conforme mudamos nossas palavras e pensamentos, nossas experiências também mudam. Não importa de onde viemos nem o quanto nossa infância foi difícil, podemos realizar mudanças verdadeiramente positivas nesse momento atual.

Quando mudamos internamente, outras pessoas reagem a essa mudança. O que devemos fazer de mais importante, é mudar o mais rápido possível nossos padrões de pensamentos. Vou tentar explicar de uma maneira simples, como funciona o nosso cérebro e as reações químicas do corpo: Quando nossos pensamentos são de raiva, intolerância e críticos, nós deprimimos o sistema imunológico. Quando nossos pensamentos são de amor, carinho, respeito, fortalecedores e positivos, nosso corpo produze químicas que aprimoram o sistema imunológico. Isso significa que existe conexão entre o corpo e a mente.

Um pensamento sozinho, não tem tanta influência sobre nós, mas todos nós temos mais de 60 mil pensamentos por dia e o efeito dos nosso pensamentos é cumulativo, pensamentos ruins envenenam nosso corpo.

Então eu pergunto: Seus pensamentos tem deixado você bem ou mal? Quais reações químicas tem passado pelo seu corpo nesse momento?

Nosso ego tenta nos manter escravizados e infelizes na maior parte do tempo. O ego é a voz interior que diz: só mais um drinque, fume só mais uma vez. Entretanto, não somos nosso corpo, não somos nossos pensamentos e não somos nosso ego. Nós somos os donos do nosso corpo, somos os pensadores dos nossos pensamentos e os donos do nosso ego.

Quando nossa autovalorização e nossa autoestima estiverem fortes, não cederemos nunca a voz do ego. Somos muito mais do que pensamos ser.

Siga-me nas redes sociais:

FACEBOOK – INSTAGRAM

Meu nome é Edneya, mais conhecida como Di. Sou Master Coach, apaixonada pelo trabalho e amante de uma boa conversa.

Segunda Coaching: Sucesso com lágrimas

24 abril, 2017

Olá queridos!!!

Quem já desistiu de algo que achava que estava insustentável?

Claro que todos nós já passamos por isso, porque não há sonho fácil e gostoso de conquistar, o que diferencia a pessoa de sucesso é a determinação, é a resiliência de ressurgir das cinzas quando tudo dá errado, pq convenhamos, sempre tem aqueles obstáculos que nos obrigam a mudar a rota ou começar do zero.

Semana passada, pensei em desistir de ir para academia, desde janeiro estou indo e confesso que nunca havia conseguido me manter tanto tempo tão dedicada a treinar, mas pensei em desistir. O frio está chegando, e acordar às 5:50h não é fácil, sem contar que minha dor nas costas já passou e poderia deixar de lado, já que não gosto tanto assim de treinar.

Quando acordei, me troquei e pensei em desistir, estava frio e eu estava cansada, mas comecei a refletir: percebi que desistir não é ruim, desistir é gostoso, eu poderia voltar pra cama e dormir, sem a dor nas costas não tem porque eu continuar, como desistir seria apropriado num dia frio as 5:50h da manhã!

Mas aí pensei no recomeço, esse sim não é bom, uma sensação de derrota, é a hora que desistir passa a ser ruim,. Quando lembrei que todas as vezes que voltei a treinar, foi porque desisti um dia, e a dor nas costas voltou e eu tive que passar pelo “terrível recomeço”.

Resumindo, fui treinar e mudei de nível, decidi parar de falar pra mim mesmo que não gosto de treinar, porque meu cérebro estava ouvindo isso e estava tentando me convencer que não precisava mais daquilo, agora até melhorei a perfomance, aumentei o peso e treino mais feliz. Uma única atitude, fez toda diferença.

Acredite, não há sucesso sem lágrimas, sem calos e obstáculos, sem sofrer com os encalços do caminho. Não desanimar é mais importante do que saber tudo e se entregar a vulnerabilidade de não saber o que há na frente, é mais importante do que entender e conhecer o caminho.

Ninguém consegue ter sucesso desde o começo, ninguém sabe a resposta de tudo, é a forma como você encara a trajetória, que faz você ser vitorioso ou não.

O que você tem feito por seu desenvolvimento pessoal? O que você chama de sucesso?

Pense nisso e seja uma pessoal melhor a cada dia!

Siga-me nas redes sociais: FACEBOOK – INSTAGRAM

Meu nome é Edneya, mais conhecida como Di. Sou Master Coach, apaixonada pelo trabalho e amante de uma boa conversa.

Segunda Coaching: Você conhece sua missão de vida?

03 abril, 2017

Olá queridos!!!

Todos nós temos na nossa essência, algo que nascemos pra fazer. Isso chama-se missão de vida, aquilo que te faz vibrar todos os dias de manhã, sem a sindrome do domingo à noite, sem murmurar ou achar pesado.

Muitas vezes, o motivo de desânimo, é porque a pessoa não encontrou sua razão de viver, qual o grande propósito de estar nesse mundo? Quando vc faz algo que não caminho junto com sua missão, sem congruência com o que vc veio fazer nesse mundo.

Evoluir é sair da superficialidade, encontrar seu porquê mais profundo, para viver uma vida de satisfação. Sua missão vai além do que se faz, mas sim com o que vc veio fazer aqui, encontrá-la é o primeiro passo para um nível mais elevado de bem estar e felicidade.

Existem 3 níveis de missão:

  1. Pessoa que se realiza, preenchendo uma necessidade própria, como bens materiais e realizações pessoais. Visa seu próprio bem estar e das pessoas que convivem com ele.
  2. O que realiza essa pessoa é ajudar o próximo. Se realiza com as conquistas pessoais, mas o que o realiza mais é ajudar o próximo identificável, como é o exemplo de um professor: ajuda o próximo a se desenvolver, mas sabe quem são os ajudados.
  3. Ajuda nível mundial, quer ajudar o maior número de pessoas, sem nem se interessar quantos serão os ajudados. O exemplo do cientista: passa a vida num laboratório, se afasta da convivência das pessoas, para ajudar o maior número de pessoas a encontrar a cura de uma doença.

Não é o nível de missão que faz a pessoa ser melhor ou pior. O pior é a pessoa saber sua missão e não fazer nada.

Como identificar sua missão? Essa é uma ferramenta do coaching que uso em todos os processos, de uma forma geral, vc identifica seus talentos e suas características mais marcantes  e como vc se comporta exercendo essas habilidades. Claro que o processo de conhecimento da missão é um pouco mais complexo, mas esse é um começo para o conhecimento da missão.

Siga-me nas redes sociais e conheça mais sobre desenvolvimento pessoal:

FACEBOOK – INSTAGRAM

 

Meu nome é Edneya, mais conhecida como Di. Sou Master Coach, apaixonada pelo trabalho e amante de uma boa conversa.

1 2 3 4